DESMISTIFICAÇÃO TEÍSTICA

Esta é a Área onde estará disponível tudo o que seja Informação que não seja especialmente específica e/ou não se enquadre em nenhuma das outras Áreas.
Avatar do Utilizador
ARGHADON
AMOR
AMOR
Mensagens: 168
Registado: 23 fev 2015 21:06
Contacto:

DESMISTIFICAÇÃO TEÍSTICA

Mensagempor ARGHADON » 12 mar 2015 14:51

Ateu, MonoTeísta, PoliTeísta, Agnóstico, Gnóstico, TeoSofista, TeoSofista Gnóstico
Tudo isto são simples descrições, são rótulos, são conceitos, são más interpretações.
São oquê, afinal?

Ateu, é normalmente o conceito/rótulo que se aplica a quem não acredita em Deus.
Mas será mesmo isso?
Ou será apenas alguém que diz "não ter" um deus?

O "A" também significa uma negação, é certo pois, gramaticalmente, tem também essa característica.
Mas também tem a característica de não-posse.
Quando se diz que alguém é Amaterialista, ou Amaterial, também se pode entender que não tem características de materialista, que não possui material.
Tal como o Amoral também é aplicado para descrever uma pessoa despossuidora de Moral.

Não é exactamente a mesma coisa que o Anti, pois o Anti, tem o siginificado de se ser Contra.
Anti-Deus é ser contra-deus.
Anti-Materialista é ser contra o Materialismo.
Anti-Moral é ser contra a Moral.

Todavia, isso não implica que a pessoa que é anti-qualquer coisa, não tenha em si mesma aquilo contra o qual é Anti.
Qualquer pessoa sempre tem Deus em si, pois é Essência Divina, também ela, pois todos nós somos Divinos.
Qualquer Anti-Materialista tem sempre bens materiais, quanto mais não seja tem a roupa e o calçado que veste e calça, que também são bens materiais. Como também pode ter a sua casa, carro, computador, telefone, etc.

Qualquer pessoa que seja Anti-Moral, tem também sempre a sua própria Moral, pelo que nunca ninguém é completamente Amoral.

Assim, uma vez que "Teu" vem do Grego "Teo", que significa Deus, não se deve entender que o Ateu (que é uma palavra composta, de A-Teo), não seja uma pessoa que não acredita em Deus, mas sim uma pessoa que não tem um Deus.

O MonoTeísta, é a pessoa que tem apenas um Deus, ou que acredita em apenas um Deus. Aqui podem aplicar-se ambos os significados, pois o "ista", que é Sufixo em "Teo", sendo também uma palavra composta também significa "caminho".
Ou seja, a palavra MonoTeísta pode também dizer-se que significa "O Caminho de um Deus Único", já que Mono significa "Um".
Como também tem o significado relativo e Crença e, nesse caso, ganha o significado de "Aquele que Acredita num Único Deus".

O PoliTeísta, é em tudo igual ao MonoTeísta, exceptuando no que toca ao Mono (Um) que é substituído pelo "Poli", que significa vários.

Tendo-se apenas 2 deuses ou acreditando em apenas 2 deuses, já se é PoliTeísta, pois mesmo sendo apenas 2, já é mais do que um, logo, já são vários.

Assim... O PoliTeísta é tanto aquele que acredita em vários deuses, como aquele que segue o "Caminho de Vários Deuses".

O Agnóstico, seguindo a mesma lógica do Ateu, é aplica ao Conhecimento, pois Gnóstico vem também do Grego, onde "Gnosis" significa Conhecimento.
Assim sendo o Agnóstico é aquele que não tem Conhecimento.

Todavia, isto é um conceito demasiado abrangente e reduzi-lo a termos "religiosos" é absolutamente errado!
Em termos de Religião ou Espiritualidade, pode dizer-se (e deve, que é o correcto) que o Agnóstico é "Aquele que não tem Conhecimento".
Se quisermos aplicar um Português mais simples, então diremos que um Agnóstico é um "Ignorante".

E não há aqui qualquer sentido ofensivo ou prejurativo, pois nunca ninguém é ignorante em relação a tudo, como nunca ninguém por mais culto que seja e mais Conhecimento que possua deixa sempre de ser ignorante em relação àquilo sobre o qual não tem Conhecimento.

Qual pessoa que seja muito versada na História, na Literatura, na Arte, na Linguística, na Filologia, etc, pode ser completamente ignorante no que toca a Física-Quântica ou Matemática ou Finanças ou qualquer outra coisa.
E em relação a essas sobre a qual é Ignorante, seria o mesmo que dizer que é Agnóstico.

O Gnóstico, tem o significado oposto do Agnóstico, uma vez que o Prefixo negativo "A" não está presente.
É o Conhecedor ou que Tem Conhecimento.
Não significa que seja um "Erudito", que saiba tudo, que seja um Génio ou Prémio Nobel, etc.

Tão Gnóstico é um mero leigo como um qualquer Erudito, pois ambos são Conhecedores. Ambos têm Conhecimento.
Um pode ter mais do que o outro, mas isso é tão relativo como o ser-se rico ou pobre.
Lá porque um seja mais do que outro, não quer dizer que o outro também não seja.

Já o TeoSofista, aqui complica-se um pouco mais...
É também uma palavra composta ("Teo"+"Sofista"), onde o "Sofista" é também uma palavra composta ("Sofia"+"Ista").
O "Teo" já vimos que significa "Deus".
"Sofia" vem também do Grego e significa "Sabedoria".
O "Ista" também já vimos atrás, em relação ao Monoteísta e ao PoliTeísta.
Pode assim dizer-se que o TeoSofista é aquele que segue "O Caminho da Sabedoria de Deus", como também pode dizer-se que é "Aquele que acredita na Sabedoria de Deus".

Mais se complica agora em relação ao TeoSofista Gnóstico...
À descrição do TeoSofista, soma-se a descrição do Gnóstico.
Ou seja, é "Aquele que é Conhecedor da Sabedoria de Deus".

Por fim, embora pareça contraditório, também se pode dizer que também existem os TeoSofistas Agnósticos.
É a soma da descrição do TeoSofista com a descrição do Agnóstico.
É assim "Aquele que é Desconhecedor da Sabedoria de Deus".

E isto é uma análise apenas pela Gramática.
É que a Gramática é usada para estruturar as Línguas.
Tem Regras.
Tem Significados.
As palavras significam coisas.
E a forma como são compostas significa uma agregação de sifnificados de diferentes palavras individuais numa palavra composta e única.

Não vale a pena, por isso, olhar para este texto pela perspectiva dogmática, nem filosófica, nem religiosa, nem teóloga, nem nenhuma outra que não a Gramatical!

Os verdadeiros significados são estes!
Se os outros que atribuem os seus rótulos a outros ou a si mesmos, o fazem atribuindo outros significados que não estes, então corrijam os erros gramaticais e encontrem melhores palavras compostas para os descrever.
É tão simples quanto isso!

Para Reflexão, deixo esta questão.
Algo complexa, ou talvez não:

Como se pode ser MonoTeísta ou PoliTeísta ou Ateu, quando em todos nós existe um Deus?
Se todos nós somos Essência Divina, então também nós somos Deus.
E, neste momento, somos mais de 6 MIL MILHÕES de Deuses à superfície da Terra!

Tovadia, vivemos num Universo, onde impera o Todo!
Todos nós fazemos parte do Todo!
Tal como os electrões e protões e fotões e neutrões e neutrinos sub-partículas, etc, fazem parte de um átomo.

Sempre houve Divindades "adoradas" ao longo da História Humana.
Sejam elas Espíritos, sejam Animais, sejam na forma Humana, etc.
E elas existem, de facto.

Ora, cada Divindade é um Deus.
Portanto, se somarmos todas essas Divindades aos mais de 6 mil milhões de Humanos à face da Terra, será impossível dizer que existe apenas um único Deus.

Todavia...
Se pensarmos no Todo, no Universo, como um conjunto, então temos uma Unidade.
Temos a Unidade dos Planetas, das Constelações, dos Sóis, dos Sistemas Solares, etc, onde todos nós estamos englobados.

Então e se o conceito de Deus estiver também ele a ser mal interpretado (desde os tempos do primeiro "MonoTeísmo"), intencionalmente ou não, por questões de Poder, Ego, Política, etc?
Já agora, que fique esclarecido... A primeira Religião Monoteísta não foi o Judaísmo, foi o Atonismo!
Não foi Moisés quem a "inventou", foi Akhenaton, que ficou na História como o Faraó-Herege.

E se o MonoTeísmo, ou Deus-Único, ou Deus, fôr apenas o Todo?
Se fôr apenas o Universo, globalmente abrangendo TODOS?
Porque será que todas as religiões monoteístas têm também os seus santos, mártires, etc, cujo estatuto em nada difere nem diverge do estatuto de uma qualquer Divindade de qualquer religião PoliTeísta, a quem também adoram, a quem também pedem Intervenção, Protecção?

Os MonoTeístas são realmente MonoTeístas?
Os PoliTeístas são realmente PoliTeístas?
E se tudo fôr exactamente a mesma coisa, onde o Todo (Deus, o Universo, o Conjunto, a Unidade) é simultaneamente Una e Múltipla?

Tal como num átomo...
Todos os electrões e protões e fotões e neutrões e neutrinos e sub-partículas, etc, sendo Divindades e o átomo sendo o Todo (Deus)?
Já alguém pensou nisso?

É o que fica para Reflexão!

----->--@ NAMASTÉ @--<-----


ARGHADON
DATA: 21/03/2012
:D Com a tua Presença me Honras! :D
:D A ti eu Honro com o meu AMOR, o meu Carinho, a minha Gratidão! :D
:D Com AMOR te saúdo, no AMOR te recebo, por AMOR aqui estamos! :D

Tag Ilimitado: (+351) 93 470 7077 (chamadas confidenciais auto-rejeitadas)
Grupo Facebook: https://www.facebook.com/groups/Livre.Arbitrio/

Voltar para “INFORMAÇÃO”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitante

cron